• Redação

Quicko apresenta Webinar sobre tendências em Mobilidade Urbana

Bate-papo irá debater as inovações e políticas públicas no pós-pandemia e reunirá especialistas no assunto, como Eleonora Pazos, da UITP, e Sergio Avelleda, do WRI


A Quicko, startup de Mobilidade Urbana, está com inscrições abertas para o Webinar Quicko: Tendências para a nova mobilidade. O evento, que marca o 1º aniversário do Quicko app, irá debater as inovações e mudanças nas políticas públicas para melhorar o setor no pós-pandemia. O bate-papo é gratuito e acontecerá no dia 21 de outubro (quarta-feira), a partir das 15h, pelo Zoom, plataforma de reuniões online. O webinar também será transmitido ao vivo no Facebook da Quicko.


As inscrições podem ser feitas pelo site: https://bit.ly/33VILrV.


A conversa terá como convidados Eleonora Pazos, diretora da divisão América Latina na UITP (Associação Internacional de Transporte Público), e Sergio Avelleda, diretor de Mobilidade Urbana no WRI, além de Luísa Peixoto, especialista em Mobilidade Urbana e Políticas Públicas da Quicko. Os convidados farão uma apresentação inicial e depois estarão disponíveis para responder perguntas dos espectadores.


Mobilidade pós-Covid Com a necessidade de isolamento e distanciamento decorrente da pandemia, a forma como nos deslocamos nas cidades se transformou por completo. A demanda pelo transporte público chegou a cair cerca de 80% no auge da quarentena e vem se recuperando, mas ainda em patamares muito inferiores aos verificado no ano passado, por exemplo.


Com o retorno gradual das atividades, é preciso discutir como garantir deslocamentos seguros sem que voltemos a depender dos carros particulares. Primeiro, porque grande parte da população não tem acesso ao automóvel e precisa do transporte público de massa. Mas também porque já estamos vendo em outros países que o uso intensivo de veículos tem provocado mais congestionamento e poluição do que no período pré-pandemia. E a piora da qualidade do ar pode resultar em quadros respiratórios mais suscetíveis a complicações pelo novo coronavírus.


Benefícios da tecnologia Nesse sentido, a tecnologia pode ser um grande aliado, ao estimular novas formas de deslocamento, além de garantir mais segurança para todos que precisam do transporte público. Um exemplo claro seria introdução do pagamento digital. A recarga de bilhetes feita de forma online evita filas nas bilheterias e aglomerações em estações. Além disso, a redução do uso de notas e moedas também diminui o contato entre cobradores e passageiros.


Por outro lado, a utilização de plataformas digitais para a divulgação de informações em tempo real torna-se extremamente relevante para impedir as aglomerações. O compartilhamento da localização dos ônibus, por exemplo, permite a redução do tempo e do volume de pessoas aguardando nos pontos. Mas podemos ir além, ao divulgar também a lotação de ônibus em tempo real, essencial para que os passageiros possam evitar veículos mais cheios e, assim, sintam-se mais seguros para usar o transporte coletivo.


Os chamados modos ativos e os serviços de mobilidade compartilhada também estão ganhando força em outros países, mas dependem de uma série de fatores para que sejam efetivamente incorporados na rotina dos brasileiros. Precisamos repensar o espaço público, para favorecer os deslocamentos a pé ou de bicicleta, com calçadas e ruas mais seguras para pedestres e vias temporárias ou definitivas para bicicletas. E também adotar modelos de regulamentação que estimulem, e não inviabilizem, as plataformas que oferecem alternativas de deslocamento que possam complementar o transporte público.

0 comentário

© 2020 por Portal Conectare. Orgulhosamente criado com Wix.com