• Redação

Grupo MM realiza 300 eventos em oito meses

A pandemia obrigou empresas tradicionais a buscarem novas fórmulas de atuação. Algumas delas deram tão certo que foram integradas em definitivo pelas empresas, como é o caso do Grupo MM, especializada em eventos corporativos, que montou uma equipe especializada em lives dentro da companhia. “A tecnologia vai continuar fazendo parte do negócio e, mesmo que surja uma vacina, os eventos devem se tornar híbridos”, diz Meire Medeiros, presidente do Grupo.

O novo formato não substitui o tradicional, mas conseguiu impedir uma queda total do faturamento da empresa, que manteve 60% da receita e já contabiliza 300 eventos contratados desde março. Alguns deles contaram com mais de seis mil pessoas conectadas simultaneamente. O Grupo MM realizou mais de 2,7 mil encontros, entre workshops, seminários e feiras em 2019, e apostava num crescimento de até 15% para este ano.

E mesmo com a queda no faturamento a fundadora não deixou de investir no negócio e na inovação. “São em momentos de crise que os gestores precisam pensar além do negócio e continuar investindo, mesmo que seja difícil, para manter a engrenagem funcionando”, comenta Meire. Nos últimos oito meses a empresa fechou contrato com 20 novos clientes corporativos.